quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Lider de facção criminosa foi encontrado morto nesta quarta-feira dentro de presídio na Paraíba

Um detento considerado pelas autoridades policiais como sendo um dos líderes do crime organizado na Paraíba identificado como Gino de Sousa Nazario, que cumpria pena por tráfico de drogas, foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (25) dentro de uma das celas da Penitenciária Dr. Romeu Gonçalves de Abrantes (PB1 e PB2), em Jacarapé, na Capital.

De acordo com Fábio Gomes, diretor do PB1, o detento estava sozinho na cela e a suspeita é de que ele tenha cometido suicídio. Uma toalha foi encontrada enrolada no pescoço da vítima.

- Quando os agentes foram chamar os detentos para o café da manhã, encontraram o Gino de Souza, conhecido como ‘General’, sem vida dentro da cela. Uma unidade do Samu foi chamada e quando chegou, o médico constatou o óbito – comentou o diretor. O corpo foi levado para a Gerência de Medicina e Odontologia Legal ( Gemol) de João Pessoa.

O diretor da penitenciária revelou que o preso é natural de Fortaleza e estava há cerca de 15 dias na unidade. Ele veio do presídio federal de Mossoró. “O presidiário era considerado de alta periculosidade e tinha vindo de Mossoró cerca de 15 dias. Ele era preso do PB1, mas tinha sido transferido para o presídio, onde passou alguns meses e retornou pra unidade de origem”, comentou Fábio Gomes.